sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Aquele momento



Tantos dias de choro, quantas horas de mágoa
Me perdendo em desencanto
Por quantas vezes perguntei:
- Meu Deus, como me levanto?

Mas então, uma pessoa para perto de mim
O vento soprou
Eu estava caída, essa pessoa me ajudou.

Foi só encontrar, para começar a amar
Já em pé, eu pude notar
Estava dentro de um pacote,
Que a felicidade resolveu embalar.

Embrulhada em alegria
Senti o quanto que era bom
Ouvir a suave e muda melodia

A melodia de quem ama
De quem quer morrer, e encontra uma razão:
Merece continuar batendo, o coração.

Olhava, me felicitava, me orgulhava
Sorria.
Tão lindo aquele repentino sentimento
Que a gente dividia...

E então, desejei e pensei que
Aquele momento podia ser a eternidade
Livre de desalento, e digno de solenidade.

.....................

Letícia R.



5 comentários:

  1. A coisa mias gostosa é a volta do amor a um coração machucado e sofrido.
    Adorei seus versos moça.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Belo post!

    Belo blog...

    Parabéns, muito bom!!!

    Convidaria vc a conhecer minha poesia..
    Ficaria feliz demais!!! http://mailsonfurtado.com

    ResponderExcluir
  3. Letícia,
    Pedimos o seu endereço de e-mail para que possamos enviar uma solicitação de autorização do seu texto vencedor da 1ª Edição Alternativa, para participar da Coleção Projeto Créativité (janeiro/2010). Deverá mandar o seu e-mail para a nossa página de recados do orkut, ou pelo blog do projeto, junto com o seu nome e sobrenome, e link do teu blog.

    Agradecemos.

    ResponderExcluir
  4. post perfeito. saudade dos blogs bjs.

    http://terza-rima.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. *-* lindo texto
    bjosss gata!
    www.salada-pop.blogspot.com

    ResponderExcluir